INICIO / Destaque / Mais um médico desiste por conta de atraso nos pagamentos pela Prefeitura

Mais um médico desiste por conta de atraso nos pagamentos pela Prefeitura

Não é a primeira vez que vemos um médico desabafando no facebook. A última foi a Dora Batista, neurocirurgiã, que também desabafou no facebook sobre atrasos e descasos com profissionais da saúde.

Segue abaixo o relato do Alan Albuquerque:

“Essa próxima quinta-feira será diferente… 
Nos últimos anos, logo cedo eu seguia para o plantão da UPH Farol de São Tomé – Campos dos Goytacazes, um local em que eu sempre gostei de trabalhar e na qual decidi trabalhar 2 vezes por semana mesmo com outras oportunidades!
Uma ótima atmosfera , um local que mesmo com estrutura deficiente, sem insumos básicos, sem água potável e papel higiênico , já sem laboratório e com Raio X apenas de extremidades, mesmo assim a gente se virava e dava sempre um jeito, uma população tão especial, carente e grata. 
Amanhã eu seguirei um novo ritual, não irei mais a UPH Farol que eu vesti a camisa por anos! 
É com muito pesar que digo que desisti! Me cansei de lutar conta o sistema! Não vou mais brigar contra a máquina administrativa do município de Campos dos Goytacazes.
Eu não desisti por nos últimos meses meu salário ter sido pago com atrasos importantes, semanas e até meses… isso não seria novidade, já enfrentei atrasos em outras gestões e em outros municípios… 
Eu desisti pois dói ouvir do seu gestor (nesse caso o próprio prefeito) que eu e meus colegas somos os últimos na prioridade de pagamento e que vamos receber se sobrar dinheiro… 
Eu desisti pois vi meu salário, que apareceu com mais de 2 mês de atraso, ser depositado com um valor inferior 20% , diferente do prometido que seria efetuado o pagamento de 40% !! O que já seria absurdo !
Eu desisti pois ouvi do meu gestor que não há dinheiro, que vai parcelar o salários e não tem previsão de pagar as tais parcelas! Vejam bem : É como um trabalhador que ganharia 1000,00, após trabalhar o mês , receber do seu patrão 200,00 e ouvir com tapas nos ombros “te pago o resto em prestações, mas não sei quando”! Sem falar que são 2 meses em atraso!
Eu desisti pois sou correto, gasto conforme eu ganho, não dou calote, me organizo… não tem como pagar as contas com tapinha nas costas, caridade ou pena! Nem a conta de luz, Gas, iptu, condomínio, supermercado, cartão de crédito, acompanhamento do meu filho, minha funcionária, posto de gasolina ou farmácia!
Eu desisti pois não quero parar de lutar contra a injustiça! Contra a humilhação que o trabalhador sofre! 
Continuar nos plantões seria bater palmas para esse absurdo!
Meus pêsames à população Campista! Que está à mercê dessa situação! As unidades de saúde fechadas, as farmácias sem medicamentos, o fim da passagem popular, o fim dos benefícios que ajudavam a quem realmente precisava, aos RPA que estão sem seus salários, a decadência das escolas, a crescente violência e tantos outros problemas que estão na cara de todos!
Meus pêsames à população assistida pela UPH Farol, que por tantos anos me confiou a saúde dos seus filhos, seus bens mais preciosos! Apesar do meu jeito sério, sempre tentei cuidar de todas as crianças como se fossem da minha família! Claro que erramos também, mas sempre tentando acertar ! Meus pêsames à equipe e administração da unidade por quem tenho muito carinho e respeito!
Gostaria muito de um dia poder voltar, de ver que tudo foi sanado, que tempos melhores chegaram!
Mas até lá, eu precisei desistir para continuar a lutar!!
A saúde de campos está morrendo e todos estão sofrendo! Não podemos continuar a aceitando que isso ocorra!
Não sou ninguém, não tenho partido não sou político sou pai , sou filho sou marido , sou trabalhador ,sou apenas um cidadão chamado Alan Albuquerque, indignado com o descaso com a população.”

Fonte: Facebook

Comentários (Facebook)

VEJA MAIS

Ameaça de morte contra servidor – Culpa de quem?

Não é de hoje que a saúde está um caos, faltam médicos e recursos pra …

error: Não copie - envie o link!