INICIO / Arte / Artistas de rua sofrem repressão em Campos

Artistas de rua sofrem repressão em Campos

Recebi uma mensagem hoje no privado do Zê de Oliveira que canta na praça São Salvador junto com seu amigo. Pra quem não viu eu postei, recentemente, um video deles cantando. Vou colocar o link no final. 
Veja o texto que o Zê me enviou. 
“A CIDADE NOS PROÍBE 
Nesta manhã, 13/09, ao irmos ao nosso local de trabalho enquanto artistas de rua, fomos abordados por dois guardas municipais que nos impediram de realizar nosso trabalho.”
Enquanto artistas de rua, nos propomos, ao estar nas ruas, a levar algo de bom as pessoas que por ali passam e que levam o dia a dia tao corrido no centro da cidade, nos propomos a interagir, muitas vezes ouvir histórias de pessoas que passam por ali e se sentem tocadas pela música, fazemos de todo coração para levar a arte as ruas e tornar o dia das pessoas mais leves, e em troca recebemos doações espontâneas por parte das pessoas que sentem de reconhecer e colaborar com o nosso trabalho, somos estudantes universitários e precisamos de nosso trabalho para pagar nossas contas, aluguel, e despesas como qualquer outra pessoa. 
Os guardas nos abordaram e disseram que não poderíamos estar ali, que precisaríamos de uma autorização que nos limita a um local e um horário de escolha por parte do município para realizarmos nossa atividade, porém essa lei municipal, da qual os guardas nao souberam nos informar, se direciona a vendedores ambulantes, e nós não estamos a vender nada, queremos nossa liberdade de expressão artística para interagir com a cidade e exigimos respeito para com o nosso trabalho, visto que um dos guardas ameaçou até de levar nossos instrumentos apreendidos.
Somos artistas de rua e exigimos respeito e liberdade para podermos trabalhar.”
Video

Comentários (Facebook)

VEJA MAIS

Ameaça de morte contra servidor – Culpa de quem?

Não é de hoje que a saúde está um caos, faltam médicos e recursos pra …

error: Não copie - envie o link!